Você sabia que é possível automatizar programas habitacionais? Mais uma vez, a tecnologia traz essa facilidade para os gestores públicos e órgãos do governo, a fim de tornar esse processo mais simplificado, alcançando ganho de produtividade, transparência e centralização de informações.

Afinal, os programas habitacionais garantem ao cidadão o seu direito à moradia. No entanto, eles precisam ser muito bem gerenciados para que o processo transcorra sem problemas e seguindo os critérios de seleção estabelecidos por parâmetros e a legislação.

Para que você entenda melhor como essa automatização funciona, conversamos com analista de negócios da Digix, Jaqueline Camondy Arakaki, que explicou quais são as vantagens de adotar essa prática. Continue a leitura e aprenda como descomplicar essa rotina da gestão pública!

A automatização de programas habitacionais

Sendo a moradia um direito de todo cidadão, é responsabilidade dos governos federal, estaduais e municipais facilitar o acesso à casa própria. Por isso, são desenvolvidos programas, a fim de minimizar o déficit habitacional no Brasil, conforme explica Jaqueline. Muitas vezes, isso é feito em parceria com empresas privadas.

Esses programas têm um foco, especialmente, na população de baixa renda. Isso envolve um número muito grande de pessoas, uma vez, que segundo o IBGE, cerca de 54 milhões de brasileiros têm uma renda menor do que um salário mínimo. Além disso, 7,7 milhões de pessoas ainda não têm a sua casa própria.

Por esses números, você pode perceber que existe uma grande quantidade de dados e informações que precisam ser reunidos. Assim, o ideal é automatizar os programas habitacionais para facilitar ainda mais o acesso a eles, bem como otimizar o trabalho das agências de habitação.

Por meio da automatização, esse grande volume de informações é gerenciado de uma forma muito mais prática. E ainda, a inserção de dados se torna descomplicada e descentralizada, uma vez que o próprio cidadão pode acessar o sistema e fazer o seu cadastro.

Conforme destaca a analista de negócios, a AGEHAB (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) já trabalha com um sistema automatizado, o Habix. Ele foi desenvolvido com o intuito de auxiliar a agência na tomada de decisões por disponibilizar as informações de forma visual, organizada e sempre disponível.

Vantagens de automatizar programas habitacionais

De acordo com Jaqueline Camondy, quando um órgão público adota uma ferramenta para automatizar programas habitacionais, consegue alcançar diversas vantagens com a incorporação da tecnologia nesse processo. A seguir, falamos um pouco sobre os principais benefícios destacados pela analista de negócios.

Gerenciamento eficiente

A utilização de ferramentas tecnológicas permite fazer uma gestão de projetos habitacionais muito mais eficaz, porque contribui com o gerenciamento das informações. Elas possibilitam o cruzamento de dados dos registros com os requisitos dos programas.

Execução do processo de seleção

Uma vez que é possível fazer o cruzamento de dados, as ferramentas também executam os principais tipos de processos seletivos do programa, como o Minha Casa Minha Vida. Assim, é feita a classificação das famílias de acordo com a lei vigente.

Flexibilidade para adequações e definição de processos

Um dos aspectos positivos das ferramentas digitais é a flexibilidade. Elas podem passar por mudanças e adequações, a fim de atenderem melhor a um determinado requisito. Desse modo, automatizar programas habitacionais também permite criar novos processos de seleção, bem como programas estatísticos locais para personalizar essa etapa.

Otimização dos recursos humanos

Conforme explicamos, o volume de dados e informações que precisam ser gerenciados é muito grande nos programas habitacionais. Então, a automatização ajuda a otimizar os recursos humanos do setor, pois as atividades manuais dos servidores são simplificadas, obtendo ganhos em produtividade e evitando erros.

Unificação de cadastros

A forma mais eficaz e transparente de gerenciar projetos habitacionais é centralizar todo o processo de registro e seleção em um só lugar. Isso é possível por meio de uma ferramenta digital, pois ela faz a integração do sistema, possibilitando o acesso a um mesmo banco de dados em todo o estado.

Redução de custos

A ferramenta digital é um investimento único que, conforme dissemos, centraliza dados e informações, o que é feito em meio virtual. Assim, também ocorre a redução de custos, pois trata-se de uma solução definitiva.

Sobre o Habix e seus diferenciais

O sistema Habix foi desenvolvido pela Digix com intuito de automatizar programas habitacionais, facilitando a inscrição e o gerenciamento das informações. Esse sistema, como citado por Jaqueline, já é utilizado pela AGEHAB, em Mato Grosso do Sul.

O Habix conta com um Módulo de Inscrição Online. Nessa funcionalidade, o cadastramento e armazenamento de dados dos candidatos são feitos por meio da internet, de duas maneiras, como Jaqueline esclareceu. Na primeira, a família interessada comparece a um dos pontos de atendimento da agência de habitação para que o servidor faça o seu cadastro dela no sistema.

Na segunda, o próprio usuário realiza a sua inscrição acessando a plataforma online, sem a necessidade de comparecer a um posto de atendimento. Em 4 anos, 37 mil inscrições no Habix foram realizadas por meio desse modo autônomo. Um ganho de produtividade significativo para a AGEHAB.

De acordo com Jaqueline, nos dois modos de inscrição é necessário inserir informações como:

  • condição de moradia atual;
  • faixa de renda da família;
  • tipo de projeto de interesse;
  • pessoas com deficiência ou idosas.

Isso porque são essas informações que serão cruzadas para serem aplicados os critérios de seleção estabelecidos por lei. Todo o processo é muito transparente, realizado pelo Módulo de Seleção do Habix, para fazer a classificação dessas famílias de acordo com critérios e prioridades, garantindo a integridade e assertividade no processo.

Você se lembra que falamos sobre flexibilidade? Jaqueline também explicou que o Habix pode receber adequações no Módulo de Seleção. Assim, é possível realizar diferentes processos, classificando as famílias conforme pontuação e critérios definidos nos parâmetros. Eles podem envolver as exigências de programas subsidiados com recursos federais ou próprios das agências habitacionais.

Desse modo, além de selecionar prioridades, o próprio sistema faz o desempate de acordo com as definições legais. Portanto, todo o processo ocorre de forma muito justa para os candidatos, e com maior praticidade para os gestores e agências.

Percebeu como automatizar programas habitacionais é uma solução para quem tem interesse em adquirir a casa própria, assim como para as agências e órgãos públicos? Dessa forma, o processo ocorre de uma forma descomplicada e justa, minimizando as chances de erros e atendendo rigorosamente aos critérios e parâmetros legais de seleção.

Saiba mais sobre como funciona o Habix e de que modo ele pode ser implementado em sua região. Entre em contato conosco e converse com os nossos consultores!