Quando se fala em obras de habitação com interesse social atrelado, é crucial levar em consideração dois aspectos: planejamento e orçamento. Ambos precisam estar alinhados, não só para atender ao interesse público, mas também para prover moradias de qualidade ao cidadão. Por isso, existe uma série de maneiras de melhorar a gestão de projetos habitacionais, as quais não só contemplam a questão da organização e das finanças, mas também outros itens importantes. 

Neste post, apresentamos 4 aspectos que ajudam a conferir maior escalabilidade ao trabalho da gestão pública que cuida de projetos habitacionais. Além disso, explicamos como melhorar o gerenciamento e também como um software da Digix pode ajudar nesse processo! Continue a leitura!

Saiba como melhorar a gestão dos projetos habitacionais

Como dito, a gestão de projetos habitacionais exige atenção por parte do órgão responsável por ele. Afinal, é comum que alguns erros aconteçam, como alterações no escopo que fazem com que os processos fiquem mais caros, prazos arrojados demais, falta de gerenciamento de riscos, atribuição incorreta de tarefas a recursos etc. Portanto, confira a seguir algumas dicas que o ajudarão a otimizá-lo!

1. Preze pela clareza no processo de auditoria

A auditoria pode ser entendida como um mecanismo que visa verificar a conformidade entre a maneira como o órgão público está executando os seus processos junto dos objetivos, metas, estratégias. Assim como procedimentos definidos previamente em projetos em concordância com a legislação vigente no país. 

Mas o que isso quer dizer no âmbito habitacional? A ideia é estabelecer um processo de confrontação entre a situação em que os projetos habitacionais se encontram e os critérios utilizados para liberação deles. Além disso, há a necessidade de fazer um exame imparcial e objetivo, a fim de assessorar a administração pública para que ela mantenha tais projetos em conformidade com a legislação do país, levando em consideração ainda a destinação de recursos e outros aspectos ligados à governança.

2. Tenha controle do tempo

O tempo é um aspecto muito importante quando se trata da gestão de projetos habitacionais. Antes, porém, é preciso partir do escopo de execução da obra que nascerá. Uma das maiores falhas é ter um projeto mal elaborado e poucas especificações, tendo implicações que interferem em custos e também em prazos.

O planejamento é alma desse processo. Ele ajudará a definir todos os detalhes da construção, evitando os retrabalhos. Portanto, tenha um documento que separe por fases desde a definição de aspectos da construção até os pagamentos de fornecedores, a fim de que não hajam atrasos e o projeto seja executado no prazo certo. 

3. Fique atento aos custos 

Um dos maiores problemas quando se trata de processo públicos é a superfaturação de obras. É preciso cuidado com isso, pois os recursos destinados aos projetos de construção devem estar em conformidade com o orçamento determinado pela nação. 

Além disso, é o valor que determinará quais construtoras prestação os serviços. Vale lembrar que elas são responsáveis por medir o controle de qualidade da obra, para só então pagar os empreiteiros. Tal trabalho serve para controlar e manter o padrão de qualidade, seguindo as normas da ABNT NBR.

A ideia é tornar os processos de construção mais eficientes, garantindo o fluxo de trabalho, bem como o controle de execução das obras. Tudo isso sem gastar recursos extras e evitando que sejam usados produtos e serviços de menor qualidade, devido a escolhas inadequadas de fornecedores.

4. Aposte na tecnologia 

O aumento da eficácia nos processos garante que mais pessoas sejam impactadas positivamente pelos programas da gestão habitacional, justamente, por trazer uma maior facilidade ao administrar cada uma dessas etapas, diminuindo o déficit habitacional. Sabe-se que os programas habitacionais são uma frente governamental que objetiva a acessibilidade de moradia de qualidade para a população. 

Os programas são divididos de acordo com a renda familiar, portanto, cada grupo terá condições e benefícios distintos, levando em consideração as limitações financeiras. Vale lembrar que o controle é feito por agência, sendo que cada uma tem a sua própria forma de inscrição, seja ela por meio de um computador/celular, presencial ou em postos de atendimento. Logo, para centralizar, todos os dados podem ser inseridos em um software.

Mas quais são os benefícios disso? Começamos pelo processo de seleção, que analisa as inscrições e ajuda na realização de cálculos de pontuação das pessoas, de acordo com a legislação vigente. Além de facilitar as inscrições, o uso da tecnologia proporcionar economia, visto que não será preciso alocar tantas pessoas para que elas prestem atendimento de qualidade à população. Sem contar que as chances de erros são bem menores.

Descubra como a Digix pode ajudar você no sucesso da gestão

A Digix está focada na criação de programas cada vez mais eficientes, voltados para a diminuição de déficits habitacionais, o que oferece facilidade na hora de gerir esses projetos em todas as suas especificidades. A ideia é tornar os processos cada vez melhores e mais eficientes. 

A Habix, por exemplo, é uma plataforma que centraliza todas as atividades ligadas ao gerenciamento de projetos habitacionais. O sistema permite classificar as famílias e automatizar toda a análise, de acordo com critérios preestabelecidos, tudo em conformidade com a legislação. 

A partir da análise, é realizada a automatização de sorteio dos nomes contemplados, o que pode ser feito em tempo hábil, dentro de pouco minutos, visto que todo o processo é executado automaticamente. Ele também permite a definição dos critérios de pontuação a serem aplicados, sendo possível criar processos de seleção próprios, conforme necessidade de cada gestão.

Portanto, se o órgão público deseja mais eficiência nos processos dos seus programas habitacionais, vale a pena contar com um software de qualidade, como o Habix. Assim, o trabalho será mais ágil e facilitará as atividades dos servidores. 

Para saber mais sobre a solução, entre com contato conosco e fale com um de nossos consultores!